As lamentáveis panes da Telefônica

Esta semana o serviço de banda larga da Telefônica sofreu mais uma pane gerando dificuldade de acesso a muitos usuários. O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, considerou “lamentável” o ocorrido.

Segundo o ministro, mesmo que o serviço tenha sido restabelecido rapidamente, para a Telefônica é péssimo porque passa uma imagem ruim da empresa aos usuários.

Quando interrogado se a Telefônica poderia ser novamente multada pelo ocorrido, Paulo Bernardo disse que a Anatel iria tratar do assunto mas que a empresa precisa investir em rotas alternativas para que possam ser usadas em casos de pane.

Vale lembrar que não é de hoje que os usuários do serviço Speedy sofrem com o péssimo serviço prestado pela operadora. A Folha publicou nesta segunda-feira uma curiosa cronologia dos panes sofridos desde julho de 2008.

2 comments on “As lamentáveis panes da Telefônica
  1. Andrei Guimarães

    É mesmo, simplesmente LAMENTÁVEL. Quem sabe com a Fibra Ótica esse problema termina 😀 Logo estará em todas as cidades o novo sistema de internet da Telefonica. E espero que seja melhor que a normal via modem, tanto na velocidade, quanto no suporte técnico. Só uma coisa, no artigo postado, eu não vi o suposto “ataque hacker” que a speedy sofreu, alguém viu ?

  2. Léo

    ontem na câmara estavam discutindo a universalização da telefonia, banda larga e o fim da assinatura básica, que nada tem haver com impostos. Apesar de nem chegar a 70% do território brasileiro, a Anatel renovou o contrato de concessão das teles porque segundo a agencia reguladora 100% do território brasileiro(clausula para a renovação) é coberto por redes de transmissão, quando a realidade diz o contrario e vejam vocês moro em Águas Lindas( entorno do DF) e uma quadra depois de onde resido sequer tem orelhão. Foi vergonhoso ver a agencia reguladora ANATEL, sempre na defensiva de si mesma e das teles e em nenhum momento defendeu os consumidores na comissão que discutia o assunto. e cá pra nós o sistema das teles é o mesmo de antes da privataria.

Comments are closed.