Ashampoo Music Studio 2012 GRÁTIS!

Ashampoo Music Studio 2012 é um software completo para criar, editar e gerir músicas digitais com rapidez e eficiência.

Com esta ferramenta fica fácil você poderá copiar CDs de áudio diretamente para MP3 ou WAV e depois gravar em mídias caso deseje. Ele vem ainda com um eficiente editor de capas integrado com vários temas profissionais para você importar listas de faixas e dados à partir do disco.

Principais características

* Nova interface de usuário: agora mais enxuta e com o máximo de clareza para ajudar o usuário a realizar suas tarefas.
* Muito rápido: em média, leva-se menos de três segundos para o lançamento do produto e iniciar a conversão de trabalho de áudio e possui suporte multi-core.
* Extração de áudio com um processo de seleção simples.
* Pode adicionar nova variedade para sua coleção de músicas e combinar suas músicas favoritas de forma integrada.

O Ashampoo Music Studio já encontra-se na sua quinta versão e ao longo dos anos uma série de melhorias foram adicionadas como:
* Possibilidade de ripar CDs de áudio para WMA, MP3, Ogg, FLAC ou WAV.
* Sistema de gravação de áudio como microfone ou auxiliar.
* Possibilidade de renomear vários arquivos e organizar a coleção.
* Edição de arquivos de áudio com recursos de edição.
* Possibilidade de gravar CD, DVD e Blu-ray.

Como obter gratuitamente o programa

É só visitar http://www.computerbild.de/download/Ashampoo-Music-Studio-2012-Kostenlose-Spezial-Version-4254703.html clicar em “Download” e baixar o instalador.

O “esquema” para instalação é o mesmo de outros softwares do desenvolvedor como é o caso do Ashampoo Burning Studio 2013.

2 comments on “Ashampoo Music Studio 2012 GRÁTIS!
  1. itamar

    Já tenho os dois. Obrigado mm assim! Aliás recebo convites para atualização diariamente dos softwares da Ashampoo a preços imperdíveis.

  2. Gilmar

    Este post não está pra lá de velho? = “Esta promoção acaba dia 31 de agosto de 2012, então, não perca tempo!”… Como é isso? – Dá pra atualizar isso ou já era mesmo?

Comments are closed.