Internet banda larga pela rede elétrica

A qualidade da internet do Brasil é preocupante devido as constantes panes e problemas que afetam principalmente usuários do Speedy serviço da Telefônica sem contar que em muitos lugares simplesmente não temos acesso banda larga.

A boa notícia é que a Anatel regulamentou nesta segunda-feira a internet banda larga pela rede elétrica e a qual já está sendo testada em algumas cidades selecionadas do País.

Quem não viu no Jornal da Globo, vale à pena conferir!

17 comments on “Internet banda larga pela rede elétrica
  1. Carmem

    Tomara que lancem logo pois aqui em Sampa o Speedy tá um lixo mesmo.

  2. Anônimo

    internet a eletricidade ja foii lançado na europa a muitos e muitos anos atras, não eh brincadeira, eh velha a tecnologia e nao presta, por isso não tem miais na europa ou em outros lugares do mundo por se tratatr de um serviço ruim, vc tera problemas com contas de luz, quedas de energia, entre outros fatores, INTERNET A ENERGIA ELETRICA NAO FUNCIONA, JA FOI TESTADA E ABANDONADA POR TODOS OS PAISES DESENVOLVIDOS

  3. João Francisco

    quem sabe… talvez os problemas possam ser contornados com o famoso geitinho brasileiro =D

  4. Silmar

    Entao somemos aos nossos lixos tecnologicos mais esta banda, assim teremos varias escolhas ruins e nao sobrecarreguemos apenas uma,monopolizando a rede e nossos bolsos de icms sem fundamentos.

  5. Abreu

    Pelo que sei, esta tecnologia foi (não sei se 100% ou parcialmente) desenvolvida pela COPEL do Paraná, portanto, talvez seja prematuro dizer que é “uma tecnologia velha e falida no exterior”. Aparentemente as velocidades serão muito maiores do que qualquer outro tipo de fornecimento de banda de dados presentemente oferecido (hoje o padrão é 200 Mbps!!!), e uma vez que não será assíncrona, o upload e download terão a mesma velocidade, o que será excelente, especialmente para os usuários P2P e games que precisam de bastante velocidade de upload. Vamos esperar o serviço ser disponibilizado em larga escala para podermos analisá-lo coerentemente…

  6. Marlon

    Abreu eu queria acreditar nisto também, mas acho muito difícil afinal ficamos sempre com os restos.

  7. Berg

    Ainda custo a entender certas pessoas que gostam de despresar nosso Pais e nossos servicos sem nem tomar o cuidado de pesquisar sobre o que esta despresando,como disse nosso amigo Abreu e um servico novo desenvolvido por uma Empresa Brasileira e nada tem haver com a tecnologia ja existente na Europa como citou alguns.Se nem os proprios Brasileiros acreditarem no Pais quem dira os outros.

  8. Marlon

    Berg, também entendo e respeito seu ponto de vista colega, mas A REALIDADE É NUA E CRUA!

  9. Laércio

    O problema dos brasileiros é este, nada é bom, o país não presta e tem vergonha do país, enquanto que um americano bate no peito e honra a pátria.

  10. Anônimo

    para akewles q acham q nao confiamos no brasil, esta aqui como disse antes tecnologia velha…reportagm da cbs, olha a data da materia http://www.cbsnews.com/stories/2003/02/10/tech/main540094.shtml isso foi a primeira reportagem q achei, vai saber se nao eh mais velho que isso 2003 lixo eh poco a sigla eh BPL (broadband over power line) por favor, pesquisem antes de falar

  11. Anônimo

    na verdade eh plc a sigla, bl foi a 1 sigla http://pt.wikipedia.org/wiki/PLC

  12. Rodolfo

    Pra tirar o Monopólio da Telefonica vale tudo.

  13. Abreu

    Para quem diz que não pesquiso antes de postar, a tecnologia desenvolvida aqui no PR não é PLC tradicional, mas sim a BEL (Banda Extra Larga)aonde ocorre a transmissão de dados através de fibra óticas pela rede elétrica, chequem os seguintes links: http://www.itweb.com.br/noticias/index.asp?cod=56501 e http://www.copel.com/hpcopel/telecom/nivel2.jsp?endereco=%2Fhpcopel%2Ftelecom%2Fpagcopel2.nsf%2Fverdocatual%2F1AC4A4010374897303257537005E23E9; em resumo: “1 – O BEL chegará aos clientes pela linha de energia? O BEL é um sistema que chegará aos clientes por fibra óptica, através de uma nova tecnologia chamada GPON. 2 – Quando e onde exatamente o BEL será lançado no mercado? O BEL será lançado inicialmente em alguns bairros de Curitiba (ainda não definidos) e para clientes corporativos, á taxas de 100Mbps. A data de lançamento ainda não está estabelecida. Após o lançamento haverá expansões progressivas para clientes de outras cidades do Paraná e para residências. 3 – Já existe uma tabela de preços para o BEL? A tabela de preços será definida em data mais próxima ao lançamento. 4 – A COPEL já está fazendo cadastramento de potenciais interessados? Isso só começará após o lançamento do serviço.”

  14. Anônimo

    ou seja, soh mudou o nome, a tecnologia eh a mesma anta, é so pesquisar, tecnologia velha, de merda, lixo, cheia de falhas, se vcs acham legal, boa sorte pra vcs

  15. Arkanoidblue

    Espero que a tecnologia, não seja ultrapassada em outros paíse e enviada para nós. Pra quem não sabe!!!!! Todo o equipamento ultrapassado(descartado) da AOL, chegou até nós com o lindo nome de SPEEDY. A vantagem que vejo, é que ela chegará a qualquer parte onde exista energia eletrica. Valendo resaltar, que o limite maximo para que uma conexão adsl funcione satisfatoriamente, é de no maximo 3.000 mts. CENTRAL TELEFONICA (DG)-(USUARIO). Há que diga que com 4000mts funcione.Devido a precariedade dos cabos telefonicos existentes (Interior de São Paulo) isso é praticamente uma utopia. E parafraseando RAUL SEIXAS. “E pra todo aquele que provar que eu to mentindo. Eu tiro meu chapéu.”

  16. josiney

    a migo essa internete banda larga pela rede eletrica fosiona bem e vai deruba as operadora 3g claro oi tim vivo e a internete via radio

  17. Luiz

    Falar mal de uma ou outra tecnologia que está em desenvolvimento é facil, o que todos precisam ter consiencia é como poder ajudar a desenvolver tecnologias novas. Vejo algumas pessoas falando mal de td, na verdade pra mim este tipo de pessoa tem com certeza um fracaso pessoale ai tenta dividir isso com comentarios insipiantes. Banda larga ou net com velocidade atraves de energia eletrica ´[e um fator ótimo. Que venha e logo.

Comments are closed.