Tutorial para abrir pastas e arquivos com apenas um clique do mouse no Windows 7

Os dois cliques no mouse para abrir uma pasta ou arquivo é tão implícito nas entranhas do aprendizado em informática e um movimento tão repetido ao longo de um dia que esse vício é transportado, até mesmo, para o cotidiano – quem nunca apertou o botão do elevador duas vezes que atire a primeira pedra.

Pois que seja para “desintoxicar” o vício repetitivo ou mesmo por uma questão de necessidade ou, também, de personalização do seu sistema, o Windows possibilita que você configure o sistema a abrir pastas e arquivos com apenas um clique do periférico.

Claro que, para quem já é mais experimentado e veterano sobre como usar o seu computador, essa tarefa não é nenhuma novidade, uma vez que a Microsoft tem disponibilizado essa configuração desde que o Windows 95 chegou ao mercado, mas não deixa de ser útil para remodelar a forma de conduzir o seu trabalho no computador.

A tarefa, para ser executada, é simples e fácil de fazer ou mesmo de regressar às suas origens, com dois cliques. Caso você se enquadre em qualquer um dos dois casos, confira, abaixo, esse passo a passo rápido para que você configure o seu Windows 7 a aceitar um clique do mouse, apenas, para abrir arquivos e pastas.

Tutorial para abrir pastas e arquivos com apenas um clique

Como abrir pastas e arquivos com um clique apenas

– Abra o seu Windows Explorer e selecione a opção Organizar;

– Depois, clique em Opções de pasta e pesquisa;

– Assim que a caixa de diálogo se abrir, selecione e marque a opção Clicar uma vez para abrir um item (apontar para selecionar);

– Com isso, duas novas opções aparecem disponíveis: a de Sublinhar Títulos de Ícones Consistentes com o Navegador, o que faz com que os ícones que podem ser clicados fiquem sublinhados; e a opção de Sublinhar Títulos de Ícones quando Apontados, que somente sublinha os ícones quando você passar com o cursor do seu mouse por cima deles;

– Para que as suas escolham surtam efeito no sistema, clique em OK e as alterações já estarão em voga.

O que mais muda?

Optando por um clique em pastas e arquivos, o usuário modifica, naturalmente, outra configuração do sistema, que é a questão de selecionar um ícone, seja para copiá-lo, recortá-lo ou simplesmente acessar as suas propriedades.

Agora, com a alteração realizada no sistema, o usuário deve posicionar o cursor do seu mouse sobre o específico ícone que deseja selecionar (por um segundo ou pouca coisa menos), e ele será marcado.

Caso você tenha interesse em selecionar diversos ícones ao mesmo tempo, mantenha a tecla CTRL pressionada, enquanto segue o procedimento com o mouse sobre cada um deles.

Desta forma, a rotina de usar o computador sofre uma alteração que vai mudar a forma de lidar com ele – ótimo para livrar-se desses pequenos vícios de dar dois cliques em tudo pela frente.