Video Cutter Max: Corta vídeos em partes menores

Video Cutter Max é um utilitário freeware que permite facilmente o usuário dividir vídeos grandes em partes menores.

Muitas vezes, por qualquer motivo, precisamos dividir grandes arquivos de vídeos em partes menores. Existem muitas ferramentas úteis para realizar tal tarefa como é o caso dessa, muito simples e fácil de ser utilizada.

Instalação

É importante ficar atento durante o processo de instalação para desmarcar a opção “Download and Install Internet Speed Booster” para que junto com o programa não seja instalada ferramentas adicionais. Além dessa, uma outra ferramenta chamada “AutoComplete Pro’s” é oferecida.

A interface do programa não é bonita, mas não compromete seu funcionamento. Uma mistura de roxo com rosa a torna um tanto quanto feminina e desagradável e apesar disso, os botões ficam bem dispostos, que é o mais importante.

Video Cutter Max Corta vídeos em partes menores

Todos os principais recursos do aplicativo podem ser encontrados na tela principal sendo que do lado esquerdo você pode abrir o vídeo desejado e executá-lo através de um reprodutor interno. Seguindo o padrão de outros softwares do gênero, há botões para marcar o início e o fim dos trechos.

Principais características

* Suporta todos os formatos comuns como vídeos de entrada.
* Suporta os formatos de saída AVI, ASF, WMV, MOV, FLV, MPG, MPEG, MP4, RM, YUV etc.
* Design e interface bonita e bem elaborada.
* Possibilita o usuário selecionar apenas parte do arquivo de vídeo.
* Gera automaticamente nomes de arquivo de saída.
* Possui uma ampla variedade de codificadores e decodificadores.

Na parte inferior você pode selecionar o formato do arquivo de saída e diretório onde os vídeos devem ser salvos. O processo é iniciado clicando em “Start”.

Licença: Freeware (Grátis)
Sistemas: Windows XP/Vista/7
Download: www.fireballftp.com/video-cutter-max

One comment on “Video Cutter Max: Corta vídeos em partes menores
  1. Carlos Henrique - @Chenriquems

    Interessante! Vou testar. Valeu!

Comments are closed.