Ylmf: o Linux com cara do Windows XP

Depois de tantas tentativas de construir um Linux com a cara do Windows (Famelix, Lindows etc), uma empresa Chinesa chegou a algo bem próximo do Windows XP: o sistema operacional Ylmf.

Linux com cara do Windows XP

Baseado no Ubuntu, o sistema é gratuito e livre para modificações. A primeira distro surgiu apenas em Chinês, mas logo ganhou uma versão em inglês e a possibilidade de instalar outros pacotes de idiomas.

Pelas imagens podemos ver claramente que foi feito um grande esforço para copiar todos os aspectos possíveis do velho XP. O tema Luna é muito parecido com o original e o gerenciador de janelas Gnome modificado também lembra o SO da Microsoft.

Esta última versão do Ylmf OS (3.0) é baseada no Ubuntu 10,04 e é capaz de rodar aplicativos do Windows com o Wine. Ele vem com o Firefox como navegador principal, OpenOffice 3.2, SMPlayer e leitor de música para Audacious.

Linux com cara do Windows XP

Em um primeiro momento pode parecer estranho um Linux que copia o Windows, mas pode ser uma boa para usuários que não conseguem se adaptar ao sistema do pinguim.

O mais interessante de tudo isso é que a Microsoft não tem interesse nenhum em processar os desenvolvedores ou impedir a distribuição do Ylmf, então, aproveite!

Licença: Open Source (Grátis)
Home: www.ylmf.org

17 comments on “Ylmf: o Linux com cara do Windows XP
  1. Frederico Maciel de Mello

    Poderia ajudar muita gente a se adaptar ao Linux, mas não adianta um sistema assim em inglês, quem só entende português teria dificuldade de se adaptar. Tem opção de português?

  2. Marcelo

    Optando-se por instalar no HD, sim é possível utilizar em PT-BR. Infelizmente Linux ainda deixar a desejar pela falta de algumas ferramentas para quem usa Windows.

  3. Marcos J

    Gostaria de testá-lo, mas o site poderia estar em inglês e além do mais ele não é live-cd, o que facilitaria muito para quem está começando a se aventurar no linux. A dificuldade de uso do linux, na minha opinião, se deve ao fato das pessoas estarem muito acostumadas a “clicar e arrastar” e quem não pegou a época do MS-DOS e não gosta de digitar muito acaba ficando perdido, pois quem usa uma distribuição linux somente através da interface gráfica não está desfrutando e aproveitando o S.O. em sua totalidade.

  4. Marcos J

    corrigindo: …além do mais acho que ele não deve ser live-cd…

  5. Marcelo

    Há possibilidade de você utilizar o site dele para fazer o download em Inglês é só observar no canto superior direito. Ele é live-cd.

    • Marcos J

      Não tinha notado a opção em inglês e obrigado por ter informado que ele é live-cd, depois vou baixá-lo!!!

  6. Luis

    Mas nós temos o LOBUNTU descrição: Distribuição Linux baseada no Ubuntu. Criada para aproximar o usuário Windows do mundo Linux, de forma o mais amigável possível na sua interface de uso e componentes. http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=108949221 Esta para sair a última versão, muito mais rápida, e é baseado no Ubuntu 10.10

    • Luis

      Esqueci de mencionar, totalmente em PT BR criada por um Brasileiro: O Lobo

  7. Augusto

    Por mais óbvio que seja, vale dizer: Linux é Linux, Windows é Windows. Não adianta tentar familiarizar um usuário windows com o Linux através da interface do windows. Aliás, isso é até prejudicial para a adaptação ao sistema GNU. Por mais que a interface seja semelhante, o usuário não encontrará os mesmos caminhos para determinadas tarefas e acabará metendo o pau no “sistema Linux”, levando à generalização banal… O post do Johnny é até certo ponto interessante. Mas quem estiver curioso sobre o Linux, nunca teve contato com o sistema, NÃO recomendo que inicie por uma dstribuição como esta. Vá de algo tradicional como Ubuntu ou Mandriva, que a chance de se acostumar e gostar será muito maior, além do contato ser mais prazeroso.

    • Augusto

      Até porque a chance de estar cheia de Bugs é maior numa distro assim “menos famosa”, com menor investimento e suporte.

      • Luis

        Procurem pelo Lobuntu, é muito melhor, mais rápido e estável, além de ser livre de Bugs.

  8. HUGO PERISSE

    Num sistema que todo mundo pode mexer, não haveria maior possibilidade de se inserir códigos maliciosos? – Tentei usar Linux, mas realmente não deu… Instalar programas é uma tarefa quase impossível, atualizar os já instalados é mais difícil ainda. Além de muitas outras dificuldades. – Sou fã do velho Windows, e com o advento do Seven, não me arrisco nesses outros. – Win 7 RULES!!!

    • Phlávio.g

      Aí @Hugo. Blz? Tbm sou fã do Windows e conheço desde dos primórdio: Win.95/98… , tô na ‘casa’ dos 4.0. E justiça seja feita. Graça ao Windows e+ IBM tornou o pc mais acessível. Quanto instalar/desinstalar realmente é mais difícil no sistema GNU. Ou correto dizer: É diferente. Aliás td é diferente, p quem vem do Windows, no ambiente Linux. Até nomenclaturas. Mas no distrito q estou usando, Big Linux, eles facilitaram mto. Apesar q até agora não precisei instalar ou desinstalar nada. Já vem c tudo. E só instalar E atualiza td já na instalação. Só antivírus e firewall q não é instado de forma automática. Mas vem. Abraço.

      • Phlávio.g

        Complementado qto Antivírus e Firewall, neste distrito, Big Linux: KlamAv e Firestarter respectivamente. Segundo dicas q recebo, só devo instalar se eu for um neurótico em segurança ou precisar MESMO(usar p empresa p.ex). Porque assim c/o o Mac; o Linux não tm furo/brecha por onde passar as ‘malvadezas’. Mas…c/o caldo de galinha ñ faz mal a ninguém: veja esta dica: Antivírus no Linux! http://meiobit.com/14540/antivirus-no-linux/ ou Antivírus pra Linux,,, precisa? http://www.vivaolinux.com.br/topico/Slackware/Antivirus-pra-Linux-precisa. Abraço

        • Luis

          Phlávio.g Se vc não compartilha arquivos com outro pc que tenha windoes, vc não precisa de AV, mas se vc compartilha arquivos, musica etc com outros pcs, por pen drive email, ou qualquer outro meio, ai vc precisa usar um AV sim, ou estará passando possiveis virus para esses pcs.

  9. Phlávio.g

    Aí pessoal. Eu tbm TINHA trauma do sistema Linux. Meu 1o.contato, há 4anos, c Linux foi com Kurumin num curso rápido no Sesc local promoveu. Foi amor a 1a.vista. “Gamei”. Aí eu já achando q entendia de Linux e +desconhecimento + profundo, na época, do Windows, tentei instalar Ubuntu (v.7)+Win.Vista. Tragédia: nem Ubuntu e nem Vista. Como disse o @Augusto: Linux é Linux e Windows é Windows. No ano passado conheci o Big Linux. Novamente me apaixonei. Mas agora tô indo mais moderado. Usei por 3 meses no formato Live cd. Há um mês instalei ele completamente no pc com dual boot. Antes usei o particionei meu HD com EASEUS Partition Master Home. E este é o gargalo/problema e mt importante: Particionar o HD. Dificilmente uso o Windows/Xp. Tenho td no Big Linux já pré instalado mais outros tantos no site e dicas de fórum. Maravilha das maravilhas este distrito. Já tenho várias ‘encomendas’ p instalar em pcs de amigos/as, q vendo e usando o meu não acredita que é Linux, pois deixei o Big c a ‘cara’ do Windows. Sei q isso é uma incoerência, mas apenas p mostrar a capacidade/versatilidade do sistema GNU e no qual vou me aprofundar mais. Abraço a tds e desculpe o comentário ‘jornal’. Quero passar minha experiência.

  10. Helio

    Boa tarde, Para quem quer conhecer o Linux, além do já falado BigLinux tem tambem o Linux Mint 10. Usei o Big e agora uso o Mint, muito bom, vale experimentar.

Comments are closed.